domingo, 24 de maio de 2009

Guarnicê!


Urrou, urrou, urrou, urrou!
Meu novilho brasileiro,
Que a natureza criou!


É tempo de Guarnicê!
Tá chegando mês de junho, que é tempo de Santo Antonio, São João, São Pedro e São Marçal!
E no Maranhão quando chega o mês de junho tudo é festa. O Estado se transforma no maior arraial do Brasil.
Neste arraial o maranhense mostra a alegria de sua alma no cacuriá, dança do coco, tambor de crioulas, quadrilhas, dança portuguesa e em várias outras manifestações folclóricas do Estado. E se tem no bumba-meu-boi uma das maiores representatividades da cultura maranhense.
Assim, nessa época também são os sons do pandeirão, das zabumbas, do tambor onça, das matracas ou dos clarins que ditam o ritmo da pulsação do coração desse povo que se transforma em cantador, índios, índias, caboclos de fita, caboclos de penas, vaqueiros, cazumbás, amos e matraqueiros.

Ai meu Deeeeeus!!!! Minguau de milho, churrasquinho, pamonha, canjica, bolo de milho, pipoca, beiju de carne seca, bolo de tapioca, torta de caranguejo, torta de camarão, vatapá, arroz de cuxá, farofa...Quer saber?...deixa de mãããão....não vamos nos preocupar...é cairmos dançando e cantando as músicas de dona Teté, as toadas dos bois e perder tudinho...
Então, viiiiiiiva Santo Antonio, São João, São Pedro e São Marçal!
E preparem-se, vem aí...o melhor, o maior e o mais divertido São João do BRASIIIIIL!!!!!

Então....

“Sabiá

Já mostrou seu canto

Enfrentou cantor do boi da pindoba

Ê boi...

Chegou prenda do Rosário

Beirada nunca viu tanto brilho e clarim


Chiador,

levantou maioba

Chão tremeu, quem fez?

Foi Maracanã...


Ê boi, chegou

Batalhão da mata,

Enfrenta o contrário no cordão

Ê boi...


Zé de França Pereira viu

Esse boi tão pequeno chegar

Madre Deus de São Pedro fez

Esse boi chorar...


Levanta boi e vai

Que é pro amo ver

Que boi também chora,

Também sente dor

Que boi também chora

,Também sente dor

Que oi também chora


Lê lê lê...”


(Boi de Lágrimas - Composição: Raimundo Makarra)
foto: Margarida Berthier

Um comentário:

Dona Reis disse...

Poxa!
E eu não estarei aí pra curtir tudo isso. Aiiiinnnnnnnnnnn!
Cheiro,moço!